Rejuvenescimento facial com laser: conheça alguns procedimentos

Está pensando em dar um up no visual e quer conhecer as melhores opções de rejuvenescimento facial com laser do momento?

Descubra agora quais são os procedimentos mais procurados bem como realizados nas clínicas médicas.

Assim, dá para entender um pouco mais sobre os possíveis resultados, tempo de repouso e muito mais.


Bateu a curiosidade? Vamos lá!

3 procedimentos de rejuvenescimento facial com laser

Figura 1 Photo by x ) on Unsplash

– Laser de erbium

Para começar essa lista, nada melhor que um dos tratamentos de rejuvenescimento facial queridinho do momento, mesmo que ainda seja considerada uma nova técnica.

O funcionamento do laser de erbium é relativamente simples, o tratamento envolve a remoção da camada mais externa da pele.

Com isso, é possível dar espaço e estímulo para que o novo tecido cresça de maneira saudável e sem marcas.

Assim, a pele apresenta um número bastante reduzido de rugas e linhas de expressão, além de ficar mais firme.

Inclusive, o chamado laser de erbium fracionado, como é conhecido, é capaz de estimular a pele na produção de colágeno, que é algo perdido ao longo dos anos.

Esse colágeno é responsável por deixar a pele com aspecto mais jovem, liso e uniforme.

A técnica é indicada, principalmente, quando as linhas ainda são mais finas, rugas mais leves ou mesmo para reduzir e eliminar cicatrizes e manchas, mas também é uma alternativa para quem tem os poros muito abertos.

Todo o procedimento dura em torno de uma hora e é realizado com o auxílio de um creme anestésico local, podendo ter um pequeno intervalo durante a sessão.

Os resultados podem ser notados logo na primeira semana, mas é essencial utilizar protetor solar a cada três horas durante uma semana.

O pós-tratamento é bastante tranquilo e você pode voltar as suas atividades normais dentro de cinco ou sete dias.

– Laser de CO2

O laser de CO2 é bastante semelhante à técnica de laser de erbium, ainda que este último seja considerado mais seguro e com rápida recuperação.

Figura 2 Photo by Ricardo Moura on Unsplash


Figura 2 Photo by Ricardo Moura on Unsplash

De forma bastante simples, o laser provoca uma queimadura no tecido mais superficial da pele, estimulando a produção de colágeno.

Ao mesmo tempo, provoca a chamada retração da pele, que é o que garante a amenização e desaparecimento de algumas rugas e linhas de expressão.

Entretanto, o laser de CO2 acaba causando uma lesão maior na pele e, por isso, a recuperação costuma ser mais lenta.

Para isso, já foi criado o laser de CO2 fracionado, que funciona da mesma maneira, mas atinge a pele mais profundamente enquanto atinge uma área menor.

Em outras palavras, a técnica consegue proporcionar o rejuvenescimento do tecido de uma maneira mais suave, menos agressiva.

A indicação do laser de CO2 é para paciente que buscar amenizar os sinais do envelhecimento e cicatrizes, bem como aquelas que buscam o fim da flacidez.

Esse tipo de procedimento estético, geralmente, é realizado em sessões intervalares de tempo, algo em torno de cinco sessões, com trinta minutos cada, dentro de um período de até três meses.

Por proporcionar uma lesão na pele, antes do procedimento devem ser realizados alguns cuidados preventivos contra possíveis bactérias, herpes e limpeza do tecido.

Já no pós-operatório, é preciso utilizar o protetor solar com reaplicação a cada três horas.

Frequentemente, o laser de CO2 pode resultar em vermelhidão ou inchaço que duram em torno de quinze dias.

Por isso, são recomendados o uso de cremes que auxiliam na redução dos edemas e melhoram a cicatrização.

Opção cirúrgica para rejuvenescimento facial – Facelift

Figura 3 Photo by KAL VISUALS on Unsplash

Para finalizar essa lista de tratamentos estéticos de rejuvenescimento facial, existe também a opção de realizar uma cirurgia plástica.

Chegou a hora de falarmos de um dos procedimentos mais conhecidos no mercado para rejuvenescimento facial com laser, o facelift.

Também conhecido como ritidoplastia, o facelift facial se trata de uma cirurgia estética com foco em deixar a pele mais jovem através da redução dos sinais do tempo, como as rugas.

Diferentemente do laser de erbium e laser de CO2, o facelift requer sedação ou anestesia geral, sendo que o procedimento todo pode durar em torno de cinco horas.

Além do mais, o tempo de internação pode chegar a 24 horas, ou seja, não se trata de um tratamento em que você faz e sai do consultório no mesmo dia.

O processo de facelift realiza o deslocamento da pele dos músculos de acordo com marcações, que visam esticar o tecido para garantir o aspecto de rejuvenescimento.

Já na questão do pós-operatório, é necessário o uso de um acessório semelhante a um capacete por 24 ou 48 horas.

Segundo diversos pacientes, a técnica não resulta em dores fortes, mas você pode acabar sentindo algum desconforto quando a anestesia termina, sendo que isso é controlado com o uso de analgésicos.

Por se tratar de um procedimento cirúrgico, é comum o aparecimento de alguns hematomas ou inchaço, que são resolvidos naturalmente ao longo dos dias e com o auxílio de drenagens linfáticas.

É importante dizer que o facelift pode deixar algumas cicatrizes, que geralmente são amenizadas após o operatório e costumam desaparecer completamente após o segundo mês.

Qual tratamento estético escolher?

Diante de tratamentos tão conhecidos como o facelift e tão novos como o laser de erbium e laser de CO2 surge a dúvida de qual opção escolher.

A princípio, a dica é ter calma e procurar um médico especialista que pode avaliar a sua pele para identificar as reais necessidades e até possibilidades.

Afinal, os resultados variam de paciente para paciente.

Depois disso, você pode já ser direcionado para um profissional que vai fazer a técnica escolhida e melhor indicada. Garantindo os resultados mais esperados.

Um detalhe importante é nunca deixar de retirar as dúvidas sobre tempo de recuperação e cuidados após o tratamento, buscando auxílio sempre que necessário.

Além do mais, é preciso lembrar que todo tratamento envolve algum tipo de risco, como manchas ou complicações, que podem ser evitadas seguindo as dicas médicas.

Conclusão

Depois de conhecer os principais tratamentos de rejuvenescimento da pele, você já está pronta para procurar um profissional e começar a sua escolha.

Avalie quais são os resultados que você espera, o que é possível fazer e qual dos tratamentos se adequa mais ao seu tipo de pele, sempre conversando com os profissionais que vão te acompanhar.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.